O presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou ontem (15), durante sua live semanal no Facebook, que determinou a abertura de investigação de um contrato da gestão Flávio Dino (PCdoB) à frente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur).

Segundo o presidente, em 2012 foram gastos R$ 6 milhões com a campanha “Brasil Quest”, um jogo eletrônico desenvolvido para promover no exterior as cidades-sedes da Copa do Mundo de Futebol de 2014, realizada no Brasil. O game foi lançado durante evento na Times Square, em Nova York.

Bolsonaro não chegou a citar o nome de Dino. Disse apenas que o presidente da Embratur à época “está na política ainda”.

“Estamos investigando, tinha um presidente da Embratur na época, não vou falar o nome dele aqui. Pelo que parece, ele está na política ainda. Vamos investigar isso aqui e qualquer irregularidade nós vamos acionar quem de direito para cobrar os prejuízos causados aos nosso cofres públicos”, declarou.

A gestão do comunista à frente do órgão durou de junho de 2011 a março de 2014.

Mas em contra ponto o diretor executivo do Departamento de Articulação Interfederativa do Ministério da Saúde, Allan Garcês (PSL), veio a uma reunião com o Secretario Carlos Lula para para oferecer apoio do governo federal ao governo Comunista.

Carlos Lula e Allan Garcês

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui