Nesta segunda feira (23), Macron apresentou um plano de urgência para salvar as florestas amazônicas, sem o Brasil.

“Vamos falar francamente. Estamos discutindo tudo isso sem o Brasil presente”, disse Macron na ONU.

“O Brasil é bem-vindo. Todos nós queremos trabalhar […] Vamos falar do Fundo Amazônia. O Brasil não está levando a sério esses critérios”.

Macron fez uma aliança com presidente da Bolivia, Evo Moralez; da Colômbia, Iván Duque; do Chile, Sebastián Piñera. A aliança foi chamada de “Alliance for Rainforests”, ou “Aliança para as Florestas Tropicais”.

Resta saber, se Macron irá convencer Evo Moralez de parar de fazer queimadas nas florestas bolivianas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui