Quem nunca escutou o ditado: “o cachorro é o melhor amigo do homem”? Um caso confirmou essas palavras na cidade de Bacabal, distante cerca de 250 km da capital maranhense.

Um homem, que seria executado por duas pessoas, foi salvo por seu cachorro, que avançou sobre os criminosos. O animal foi baleado e não resistiu ao ferimento, morrendo no local.

O caso aconteceu por volta das 19h30, da última terça-feira (10), na Rua Jorge José de Mendonça, mais conhecida como “Rua do Cajueiro”, em Bacabal. O alvo da tentativa de homicídio foi Antônio Helio da Conceição, o “Raposão”.

Raposão é bastante conhecido da polícia, pois tem várias passagens por crimes diversos. Ele estava sentado na porta de sua casa, quando foi abordado por dois homens em uma motocicleta.

Os criminosos, sem nenhum tipo de discussão, sacaram as armas e dispararam contra Raposão, que foi atingido com um tiro no pescoço. Mesmo ferido, a vítima conseguiu entrar em casa e correr.

Ao tentarem invadir o local, o cachorro de Raposão avançou contra os suspeitos. Um dos bandidos atirou na cabeça do animal, que morreu no local. Por conta da ação protetora do cachorro, Raposão conseguiu fugir, sendo socorrido e encaminhado para o Hospital Regional Dra. Laura Vasconcelos, onde foi medicado e não corre risco de morte.

Já os dois criminosos fugiram e estão sendo procurados pela polícia, que iniciou investigações. Os vizinhos de Raposão, que testemunharam o fato, revelaram em conversas com os policiais, que os dois bandidos não “terminaram o serviço” por causa do cachorro que saiu em defesa do dono.

Raposão, em 2015, também já tinha sido alvo de outra tentativa de homicídio. Na ocasião ele foi alvejado na perna e acabou se salvando, mais uma vez, fugindo pelos fundos da casa onde mora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui