A Polícia Federal confirmou, em nota ao portal Uol, que efetivamente investiga denúncia de que o médico maranhense Abdon Murad Jr. geria uma pirâmide financeira que deu prejuízos milionários em “investidores”.

Segundo a reportagem, um de seus clientes, também médico, alega que sua família perdeu R$ 7 milhões. “Cansado de cobrar uma solução, ele até alugou um carro de som para pedir o dinheiro de volta publicamente, em frente à casa de Murad”, diz a publicação.

No texto, o Uol informa que procurou a PF, via assessoria, para saber das investigações. Em resposta, o órgão informou apenas que os trabalhos seguem em sigilo.

“As investigações seguem sob sigilo visando garantir o necessário segredo de Justiça, sob pena de comprometer ou macular o resultado da coleta de provas”, disse a PF em nota.

Abdon Jr. também foi procurado, mas disse que precisaria de tempo para preparar uma resposta capaz de esclarecer “uma história de 10 anos de investimentos”. Ele, contudo, não enviou resposta até a publicação do texto.

Leia aqui a íntegra da reportagem sobre o caso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui