As medidas para distanciamento social determinadas pelas autoridades do Maranhão para conter o avanço do coronavírus continuam sendo desrespeitadas na capital. Nesta quinta-feira (11), dezenas de pessoas deixaram cheio o calçadão da Avenida Litorânea, em São Luís.

A maior parte não usava máscaras e muitos ignoraram a distância mínima entre as pessoas.

Há estudos, no entanto, feitos por pesquisadores da Bélgica e da Holanda, que recomendam distância de até 20 metros entre as pessoas durante a prática de exercícios físicos ao ar livre, a depender da atividade.

Atualmente, o número total de casos no Maranhão é de 55.680, 1.360 mortos pela Covid-19 e 29.518 curados da doença. Em 24 horas, foram registrados 2.172 novos casos em todo o estado.

O estado é o segundo estado do nordeste com mais casos, atrás apenas do Ceará, que possui mais de 73 mil casos confirmados.

Praias lotadas em São Luís

Ficar em casa

Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Cuidados

Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui