Na última segunda-feira (10) a Universidade Federal do Maranhão (Ufma) recebeu uma circular do Ministério da Educação (MEC) projetando um corte de verba de 18% a 24% no orçamento para 2021, podendo ter R$ 20 milhões no orçamento para 2021 cortado.

Essa adequação ainda está sendo avaliada pelo Congresso, segundo nota emitida pela universidade, o corte vai impactar a realização de investimentos pretendidos no ensino. Não terá como oferecer investimentos para pesquisa, extensão, nomeação e progressão.

De acordo com a Ufma, o investimento para pesquisa e extensão é de extrema importância para o desenvolvimento da ciência, do país, e neste caso para o Maranhão. O momento de pandemia mostrou muito bem o quando que esse investimento é indispensável para fazer os estudos e pesquisas avançadas.

O corte não irá prejudicar os servidores, segundo a Ufma, estão garantidas, neste caso, as despesas com o pagamento de salário.

A Ufma ainda afirma que tem confiança de que a redução será revista, para o bem do desenvolvimento do ensino, da pesquisa e da extensão no país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui