Na manhã desta sexta-feira (14), durante coletiva de imprensa, o governador Flávio Dino anunciou que novas ações estão sendo realizadas para combater o novo coronavírus no estado. Ainda durante a coletiva, Dino informou que o Maranhão, assim como outros estados, por meio do Consórcio Nordeste, já manifestou interesse pela vacina contra o novo coronavírus descoberta na Rússia.

O estado está aderindo ao protocolo com o governo da Rússia, já que o país informou que obteve sucesso nas pesquisas da vacina contra a doença. Dino ainda acrescentou que o governador da Bahia, onde está situado o consórcio Nordeste, está à frente representando os nove estados da região.

Por outro lado, a eficácia da vacina russa tem sido questionada pela comunidade científica internacional. O site oficial sobre a pesquisa afirma que, no dia 1° de agosto, os testes de fase 1 e 2 foram concluídos.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que sejam realizadas três etapas de testes.

Nesta semana, o Paraná assinou um documento para o desenvolvimento da vacina russa contra o coronavírus no país. A assinatura do termo foi realizada por videoconferência com representantes do governo do Pará, Ministério da Saúde e embaixada da Rússia.

Registro internacional

A Rússia foi o primeiro país a aprovar uma vacina contra a Covid-19, menos de dois meses depois do início dos testes clínicos. O anúncio foi feito pelo presidente russo, Vladmir Putin, na terça-feira (11).

A vacina russa se chamará Sputnik V, em alusão à corrida espacial da Guerra Fria entre União Soviética e Estados Unidos. O Sputnik I foi o primeiro satélite a orbitar a Terra, lançado pelos soviéticos em 1957.

A vacina ainda não concluiu os testes em estágio avançado e por isso, tem sido alvo de desconfiança por parte de cientistas. A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que a Rússia “não precisa de sua aprovação” para registrar a vacina, e que precisará ter acesso aos dados da pesquisa para avaliar a eficácia e segurança de imunização.

Desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, em Moscou, os testes clínicos iniciais da vacina russa começaram em humanos há menos de dois meses, em 17 de junho. Apenas 38 pessoas foram testadas e as pesquisas dos estudos não foram publicados pelas autoridades russas.

A terceira fase de testes começou na quarta-feira (12). Mais de 2 mil pessoas na Rússia, em países do Oriente Médio (Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita) e da América Latina (Brasil e México), receberam a dose da Sputnik V.

Coronavírus no Maranhão

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), nesta quinta-feira (13), o Maranhão registrou 134.193 casos confirmados e 3.228 óbitos por coronavírus. Nas últimas 24h foram registrados 928 novos casos e 13 mortes por conta do vírus.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus já foram realizados mais de 296 mil testes para diagnosticar a doença.

Ainda de acordo com a SES, o estado tem 421 leitos de UTI e 1.041 leitos clínicos. Desse total, 156 dos leitos de UTI estão ocupados e 215 dos clínicos também.

Clique aqui para conferir o último boletim completo divulgado pela SES

Centros de testagem em São Luís

Quem apresentar sintomas de Covid-19, deve procurar o Centro de Testagem da Policlínica Diamante e as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), localizadas no Vinhais, Itaqui-Bacanga, Cidade Operária e Araçagy.

Para os profissionais da área da saúde e segurança pública os atendimentos ocorrem no Viva da Beira-Mar.

Ficar em casa

Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Cuidados              

Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui