De acordo com o último boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SES), divulgado neste domingo (16), 3.205 profissionais de saúde já foram infectados pelo novo coronavírus no Maranhão. Destes, 3.123 já estão recuperados e 57 morreram por causa da doença.

Em relação aos pacientes que foram infectados, estão médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, farmacêuticos e técnicos de enfermagem. De acordo com a SES, os profissionais estão sendo acompanhados e a testagem está sendo realizada também nas unidades de saúde onde eles trabalham.

Um novo boletim da Secretaria de Estado da Saúde será divulgado na noite desta segunda-feira (17).

Coronavírus no Maranhão

O Maranhão registrou mais 573 casos e 11 mortes por Covid-19, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) neste domingo (16). Com a atualização dos dados, o estado chegou a 136.853 infectados e 3.264 mortos pela doença desde o início da pandemia.

O número de recuperados no estado também subiu e chegou a 125.778 neste domingo. De acordo com a SES, dos 11 óbitos contabilizados em 7 municípios, nenhum foi registrado nas últimas 24 horas.

Dos novos casos, 82 foram registrados na Grande Ilha (São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar e Raposa), 6 em Imperatriz e 485 em outros municípios maranhenses.

Ao todo, o estado possui 7.811 pacientes em tratamento contra a doença. Deste número, 7.366 estão em isolamento domiciliar, 260 internados em enfermarias e 185 em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Até o momento, 3.325 casos seguem sob suspeita no estado. Ao todo, o Maranhão já realizou 301.897 testes para a Covid-19 e 162.364 foram descartados.

Clique aqui para conferir o último boletim completo divulgado pela SES

Ficar em casa

Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Cuidados

Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui