Os advogados Luiz Djalma Cruz Neves e Ricardo Albuquerque Ferro Alves entraram com uma ação contra a CAEMA para acabar com o rodízio de abastecimento de água em São Luís, que na opinião dos causídicos, isso viola, entre outros, o princípio da continuidade dos serviços públicos e a moralidade administrativa.

O pedido é que o fornecimento de água seja diário em todas as regiões atendidas pela CAEMA.

Eles ainda argumentam que há mais de 20 anos, a cidade de São Luís sofre com o fornecimento de água em sistema de rodízio (conhecido popularmente como “água dia sim, dia não”), sendo que, por conta de inúmeros problemas técnicos, em várias ocasiões a cidade quase inteira já ficou vários dias sem água, sendo tal realidade comum em bairros com maior altitude.

Alguns bairros sofrem com essa situação, caso do Parque Pindorama, Parque dos Nobres, Parque Amazonas, Parque Timbiras, Filipinho etc.

A ação foi protocolada na Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui