Raelson (assessor e segurança preso), deputado Felipe dos Pneus e o ‘Coveiro’ (assassinado)

Uma confusão ocorrida no último sábado (12) na cidade de Santa Inês (município maranhense localizado a 250 km de São Luís) ainda repercute negativamente no município e pode destruir os sonhos do político que almeja ser prefeito, Felipe dos Pneus (Republicanos).

O ocorrido resultou na prisão do assessor e segurança do deputado estadual Felipe dos Pneus (Republicanos), o policial militar licenciado Raelson Galdino, e mais dois integrantes da equipe do parlamentar, os irmãos Amorim e Grandão,

Isso por que os três presos estão envolvidos no sequestro, tortura, assassinato e ocultação do cadáver de um homem identificado como Antônio ‘Coveiro’ que foi acusado de roubar um celular antes de ser dado como desaparecido.

Ocorre que testemunhas relataram à Policia Civil, que investiga o caso, que o ‘Coveiro’ foi morto a tiros e o corpo dele foi levado pelos três, mas um dia depois foi encontrado.

Os crimes praticados podem enterrar de vez o sonho de Felipe dos Pneus em se eleger prefeito de Santa Inês, pois, Raelson Galdino acusado de ser o autor do homicídio, além de assessor e segurança, é amigo de infância do deputado que agora tem sua candidatura ameaçada após o trágico episódio.

Principalmente após os relatos feitos pela viúva da vítima que acusa os ‘agora ex-integrantes da segurança armada do parlamentar’, de ameaça. “Chamaram ele de vagabundo. Agora, as palavras que eles me xingaram eu não gosto nem de falar, porque são palavrões muito feios mesmo”, desabafa a viúva da vítima.

Confira abaixo o que disse o delegado responsável pelo caso e a viúva do Antônio ‘Coveiro’:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui