Os responsáveis pelo descarte irregular são as pessoas que, com o afrouxamento das medidas contra a Covid-19, voltaram a frequentar as praias

Cerca de 40 voluntários recolheram, na manhã do último sábado (26), um total de 770 kg de lixo que estava espalhado pela praia da Guia, no eixo Itaqui-Bacanga, em São Luís.

O mutirão de limpeza foi feito por participantes dos grupos de esporte e recreação Trips SLZ, Pedaleiros SLZ e os Socorristas de uma empresa de saúde e segurança do trabalho.

Os voluntários recolheram na orla garrafas de cerveja, garrafas pet, papéis em geral, sacolas plásticas e copos plásticos, além de outros materiais descartados indevidamente nas areias e águas da Praia da Guia.

Todo o material coletado foi destinado ao aterro Sanitário em Rosário, distante cerca de 68 km da capital São Luís.

Com o fim das medidas mais restritivas de distanciamento, como o ‘lockdown’, a praia voltou a ser frequentada por moradores e visitantes.

“Apesar da maioria dos resíduos, que ficam acumulados na praia, serem trazidos pelas correntes marítimas da baía de São Marcos e também a posição geográfica da praia favorece esse acondicionamento, porém o aumento do número de visitantes, a falta de fiscalização e ausência de políticas públicas ambientais têm contribuído ainda mais na quantidade de resíduos na praia”, relatou o engenheiro ambiental Walace Sontos, um dos organizadores do mutirão.

A convocação dos voluntários e divulgação do mutirão, aconteceu através das redes sociais, e contou também com a participação de moradores dos bairros próximos e visitantes.

Os responsáveis pelo descarte irregular são as pessoas que, com o afrouxamento das medidas contra a Covid-19, voltaram a frequentar as praias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui