A promotora de justiça de Defesa do Consumidor de São Luís, Lítia Cavalcanti, instaurou inquérito civil na última segunda-feira (5), para investigar o desabamento no supermercado Mateus, ocorrido na última sexta-feira (2), em São Luís. O objetivo é buscar um reparo aos consumidores vítimas.

“Existe uma situação grave, uma negligência absurda da rede de supermercados. Na área cível, a responsabilidade da empresa é objetiva. Vamos ouvir as vítimas, testemunhas e os representantes da rede” afirmou Lítia Cavalcanti.

Ela destacou a importância da prevenção: “O Ministério Público vai solicitar ao Corpo de Bombeiros para que verifique as condições das prateleiras nos supermercados que adotam essa modalidade. Precisamos verificar se há alguma normativa a respeito do uso de empilhadeiras durante o horário de atendimento ao público. Essa situação não garante a segurança do consumidor, tanto que houve esse desabamento”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui