Governador Flávio Dino durante coletiva nesta sexta-feira (16)

Nesta sexta-feira (16), o governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB), afirmou em entrevista coletiva que os cinemas, parques infantis e eventos de até 150 pessoas serão liberados no estado. O governador disse que o ato oficial de liberação ocorrerá na segunda-feira (19) e descartou a realização de festa pública de réveillon esse ano.

“A festa pública do governo do estado reúne centenas de milhares de pessoas e eu não vou cometer este ato por prudência. No que se refere as festas privadas maiores do que 150 pessoas, eu só posso dar a resposta em dezembro, pois vamos ver se os números estão caindo, se eles estiverem favoráveis, nós vamos flexibilizar mais”, afirmou o governador.

Sobre a pandemia no Maranhão, Flávio Dino destacou que o estado permanece com tendências de quedas dos casos ativos, estando há 119 dias com taxa de contágio abaixo de 1.

“A vacinação pode impedir uma segunda onda no Brasil ou impedir o crescimento da onda ainda existente”, diz Flávio Dino.

De acordo com o governador Flávio Dino, há um debate no Brasil acerca de qual e quando a vacina vai ser liberada. O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) pediu que o Ministério inclua a vacina do Instituto Butantan em cronograma nacional.

“Não interessa de onde vem a vacina, se o órgão competente do governo brasileiro autorizar, a Anvisa, isto deve ser aplicado a população, sobretudo aos grupos mais vulneráveis”, disse o governador

Sobre os possíveis casos de reinfecção, o governador apontou que o resultado da análise genética deve sair em 3 semanas.

Ainda segundo Flávio Dino, a segunda fase do inquérito sorológico realizado pela Secretária de Estado da Saúde (SES), começa nesta segunda-feira (19). São 5.100 pessoas testadas e segue até o dia 30 de outubro, com o resultado saindo em novembro.

“O inquérito sorológico é importante para aferir a chamada imunidade coletiva, ou seja, você ter barreiras biológicas a expansão do coronavírus. Por meio de métodos científicos, o inquérito sorológico afere mais ou menos o número de pessoas que provavelmente tiveram contato com o vírus e desenvolveram anticorpos e portanto estão mais protegidas” explicou o governador.

Ainda durante a entrevista, o governador do Maranhão falou sobre a antecipação do 13° salário dos servidores estaduais, o pagamento será realizado no mês de outubro, com o objetivo de diminuir as aglomerações no comércio.

Coronavírus no Maranhão

Nas últimas 24 horas, o Maranhão registrou 500 novos casos de infecção pelo novo coronavírus, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), nessa quinta-feira (15). Desde o início da pandemia, o estado já registrou 180.154 casos confirmados e 3.906 mortos pela doença.

Dos novos casos, 105 foram na Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa), 32 em Imperatriz e 363 nos demais municípios do estado.

Ao todo, 173.441 pessoas já estão recuperadas da doença no estado. Até o momento, o Maranhão possui 3.998 casos sob suspeita.

Clique aqui para conferir o último boletim completo divulgado pela SES

Ficar em casa

Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Cuidados              

Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui