O empresário Ildon Marques, teve sua candidatura a prefeito indeferida pela Justiça Eleitoral. Ele concorria ao cargo de prefeito de Imperatriz pela coligação “Juntos por Imperatriz’, composta pelos partidos Patriota, DC, PV, Avante, Pros, PP, Cidadania e PSD.

Em 2018, Ildon também teve a candidatura indeferida, mas recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que na ocasião manteve a decisão do TRE e os votos que ele conquistou nessa eleição foram cancelados.

No último dia 3, a Promotoria Eleitoral da 33ª Zona de Imperatriz ingressou com Ação de Impugnação de Registro de Candidatura contra o candidato a prefeito Ildon Marques (Partido Progressista).

A sentença foi promulgada no domingo (25), pela juíza Edilza Barros Ferreira Lopes Viégas, titular da 33ª Zona Eleitoral da comarca de Imperatriz, que considerou Ildon inapto para concorrer ao pleito eleitoral.

Para o advogado Eduardo Gomes, do escritório Rêgo Carvalho Gomes, a juíza apenas reconheceu a inelegibilidade do candidato a prefeito, pois o mesmo já havia sido condenado por enriquecimento ilícito e dano ao erário durante o seu mandato como prefeito em Imperatriz.

“A decisão da Juíza de Imperatriz reconhece a inelegibilidade de Ildon Marques em decorrência da prática de ato de improbidade que ocasionou enriquecimento ilícito e dano ao erário durante o seu mandato como prefeito de Imperatriz”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui