As aulas presenciais serão retomadas na rede pública de forma gradual e no formato híbrido, a partir do próximo semestre letivo, que se inicia em agosto

Para o retorno as aulas, as escolas da rede privada de São Luís (MA) vão aderir escalas por dias para aulas presenciais com os alunos

As aulas presenciais devem ser retomadas na rede pública de São Luís em agosto, em diferentes datas. As atividades devem funcionar de forma híbrida e com rodízio de estudantes em atividade presencial, oferecendo aos alunos a possibilidade de fazer os estudos pela internet, por conta da pandemia da Covid-19. 

Escolas Estaduais

No ensino público estadual, referente ao ensino médio, as aulas no primeiro semestre aconteceram de forma não presencial por meio de plataformas online (Plataforma Gonçalves Dias), aulas em rádio, TV e plataforma de streaming de áudios.

Segundo o governo, as escolas têm ofertado material impresso na situação de impossibilidade de acesso à internet; além da realização de formações diversas para os agentes escolares de forma a qualificar as aulas remotas em tempo de pandemia.

O retorno às aulas no 2º semestre será em sistema híbrido e está prevista para o dia 2 de agosto, com um processo progressivo, de acordo com cada instituição de ensino. A volta será por grupos de escolas e terá a aplicação de protocolo sanitário específico para a educação com medidas preventivas e de combate à Covid-19.

Escolas municipais

No primeiro semestre de 2021, as aulas na rede municipal (infantil e fundamental) foram realizadas por meio do ensino remoto, com atividades impressas entregues aos alunos.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Semed), para o segundo semestre, a partir de 2 de agosto, serão feitas formações pedagógicas, inclusive sobre o protocolo sanitário, para gestores, professores, familiares e alunos. Segundo a prefeitura, essa etapa é fundamental para o retorno seguro e gradual das aulas presenciais em formato híbrido, que ocorrerá a partir de 16 de agosto.

As escolas com o ensino híbrido terão as atividades realizadas por grupos de alunos para cada semana. Em uma semana, parte dos alunos terá aulas presenciais e na semana seguinte terão aulas remotas, assim sucessivamente. Para as escolas que não retornarem no formato híbrido, as atividades letivas seguirão através do ensino remoto, com o uso do Google Classroom, até que sejam preparadas e anunciadas para o novo formato de ensino.

Segundo a prefeitura, um protocolo de saúde foi elaborado e aprovado por entidades da educação, com um conjunto de medidas sanitárias elaboradas para a segurança dos alunos, profissionais da educação e famílias nas escolas, que receberão itens de higiene e cuidado. No ambiente de ensino será obrigatório o uso de máscaras, o distanciamento social, a lavagem regular das mãos e o uso do álcool em gel.

Com o retorno das aulas, haverá um novo momento de avaliação diagnóstica para verificar o nível de conhecimento dos alunos, para a aplicação da política de recuperação da aprendizagem, compensando e reforçando os conteúdos letivos.

Ensino Particular

Segundo o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado do Maranhão, as aulas nas escolas particulares já mantinham o ensino híbrido, onde parte das aulas eram remotas, e parte eram presenciais.

Após as férias de julho, as aulas no segundo semestre vão retornar no dia 1º de agosto, ainda seguindo protocolos sanitários de segurança contra a Covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui