Início Site Página 146

Sarney em seu novo artigo comenta sobre o fim das coligações partidárias

0

Da Coluna do Sarney

Na minha longa vida política testemunhei muitas mudanças. Mudanças de todo tipo: comecei com a votação em cédulas impressas com o nome do candidato e distribuídas entre os eleitores, que as levavam à mesa eleitoral, onde recebiam um envelope para colocar o voto. Era uma guerra entre cabos eleitorais para formar chapas, substituí-las por outras, o que motivava brigas e pancadarias entre candidatos e entre seus seguidores.

João Francisco Lisboa recuou um pouco mais e escreveu largamente sobre eleições na Antiguidade, desde o “palmômetro” até o “brigômetro“, as eleições a cacete.

Vi mudanças de legislação eleitoral às carradas, costumes parlamentares, maneira de escolha de candidatos; vi baixar o nível das candidaturas e corromper a vontade popular, usando como linha de frente o poder e o dinheiro.

Mas nada como agora, quando surgiu para mim uma novidade extraordinária: os partidos não escolhem os candidatos que têm votos, sob a argumentação de que tiram as possibilidades de eleição dos novatos. Tivemos até, na última eleição, um partido que não aceitava candidatos de eleição certa.

Isso sem dúvida é uma coisa que jamais pensei surgir na disputa eleitoral: os candidatos, para conseguirem entrar na chapa, não podem ser aqueles que tiveram sempre a preferência do povo e se elegeram, mas os que não têm votos e, somando os poucos votos dos novos, criam a possibilidade de o partido ter um ou dois eleitos, geralmente os detentores das direções partidárias.

Assim, a primeira qualidade para ser candidato é não ter votos nem possibilidade de se eleger. Fiquei sem saber qual era a lógica dessa conduta. Assim, a política não é mais a escolha por ideias, por trabalho, por tradição ou pela capacidade de liderar e por já ter sido testado pelas urnas. A experiência não é levada em consideração, nem o trabalho partidário, mas o que conta é não ter voto nem capacidade de angariá-lo. Hoje ganhou status de circulação geral a chamada barriga de aluguel, em que afinal uma barriga, o partido, serve para fazer crescer um filho que não é seu.

Soube, contudo, que a experiência de chapas dos sem-votos, na última eleição, também tornou os partidos que assim procederam em partidos sem representantes: não elegeram ninguém.

Os partidos transformaram-se em cartórios de registro de candidato e estão quase todos morrendo, como morrendo está a democracia representativa.

Como a próxima eleição é municipal, essa técnica está sendo costurada para ela, e ninguém está querendo coligação com partido que tenha vereador eleito. Na eleição passada, as chapas de deputado feitas assim resultaram num grande fracasso.

Essa regra de eleição sem voto nunca pensei que pudesse existir. Pois no Maranhão existe. Só se João Lisboa nascer de novo e escrever, em vez de “eleição na antiguidade”, “eleição na atualidade”…

Mulher mata marido a facadas, corta órgão íntimo e leva para amante

2

De acordo com relatos dos vizinhos, a vítima teria uma outra mulher que mora numa rua bem próxima da casa do casal. Na noite da quinta-feira, a vítima e a suspeita teriam brigado por ciúmes antes do crime acontecer. Após esfaquear Luiz de Almeida, a mulher teria colocado o pênis dele dentro de um copo e saiu andando até a casa da outra mulher.

Logo após cometer o crime, a suspeita tentou se matar, mas foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada para o Hospital de Trauma de Campina Grande.

A mulher é mãe de três crianças, uma delas de apenas 11 meses. Ela permanece internada no hospital em estado regular de saúde e deve ser levada para a Central de Polícia de Campina Grande após alta médica.

Dino diz que vai ajudar Amazônia, e seguidor reage: ‘não ajudou nem o Cajueiro’

0

Um seguidor do governador Flávio Dino (PCdoB) deu-lhe ontem (16) um “tapa” de realidade.

No Facebook, o comunista disse que, como integrante do Fórum e do Consorcio dos Governadores da Amazônia Legal, vai propor “formas de como manter e intensificar parcerias que ajudem a Amazônia”.

A afirmação, está claro, é mais uma reação do governador maranhense contra posicionamentos do presidente Jair Bolsonaro (PSL), com quem deseja polarizar já de olho em 2022.

Na área de comentários da postagem, contudo, Dino acabou tomando uma invertida de um seguidor.

“Ainda não ajudou nem o pessoal do Cajueiro meteu trator nas casas, como que vai ajudar a Amazônia?”, questionou.

Traição! Pastor assassinado tinha caso com filha da deputada Flordelis

0

A revelação foi feita pela mãe do pastor Anderson do Carmo, de que ele estaria tendo um caso com a filha biológica da própria, a pastora e deputada federal Flordelis. Antes de namorar a pastora, Anderson teve um romance com a filha dela, Simone, que ainda era adolescente.

Dona Maria Edna do Carmo contou em depoimento que seu filho pastor, assassinado em 16 de junho, estaria de caso com Simone dos Santos, filha natural da pastora e acredita que essa seja a causa que motivou a morte dele. Anderson do Carmo, segundo da polícia, teria sido assassinado pelo filho biológico da deputada e irmão legítimo de Simone.

A genitora da vítima informou que seu filho estava se separando da pastora que a esposa dizia sempre nas suas pregações na igreja que “0 diabo entrou em sua família”.  Contou ainda que por algumas vezes colocaram veneno na comida do pastor, mas não surtiu efeito.

Pré-candidato em São Luís, Roberto Veloso é homenageado na AL

0


Em sessão solene realizada ontem (15) a Assembleia Legislativa concedeu Medalha do Mérito Manuel Beckman, a maior comenda do Poder Legislativo do Maranhão, ao juiz federal Roberto Carvalho Veloso, ex-presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe).

A concessão da comenda foi fruto de um Projeto de Resolução Legislativa proposto pelo deputado Professor Marco Aurélio (PCdoB), aprovado por unanimidade pelo Plenário da Casa.

“Para a nossa Assembleia Legislativa, esta data é uma data especial e vivemos agora um momento muito importante, tanto que fiz questão de estar aqui, participando e presidindo esta sessão, para dizer ao Dr. Roberto Veloso que, aqui mesmo nesta Casa, onde anteriormente recebera o Título de Cidadão Maranhense, agora recebe a Medalha Manuel Beckman, a nossa maior comenda, concedida por voto unânime de todos os membros desta Casa”, ressaltou Othelino Neto.

Dentre outras autoridades, participaram da sessão solene o vice-governador do Estado, Carlos Brandão; o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos; o procurador geral de Justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho; o juiz federal Valterson de Lima, diretor do Fórum Federal de São Luís, e o juiz federal Newton Pereira Ramos, vice-presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe).

O autor da homenagem ao juiz Roberto Veloso, o deputado Professor Marco Aurélio, proferiu discurso na tribuna, ressaltando a importância do reconhecimento do trabalho realizado pelo magistrado.

“O Dr. Roberto Veloso é um magistrado próximo das pessoas, respeitado e muito estimado, que dedicou a sua vida às grandes causas do nosso estado, como homem justo e íntegro. Daí porque esta homenagem é um justo e merecido reconhecimento desta Casa, em nome de todo o povo do Maranhão”, ressaltou o deputado Professor Marco Aurélio.

No mesmo tom, o vice-governador do Estado, Carlos Brandão, que também fez questão de participar da sessão solene, foi à tribuna para reafirmar seu apreço ao magistrado. “Trago aqui ao Dr. Roberto Veloso um abraço meu e um abraço do governador Flávio Dino que, por conta de outros compromissos, não pôde estar aqui presente, embora desejasse”, afirmou Carlos Brandão.

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos, também frisou a importância da entrega da mais alta honraria do Poder Legislativo ao juiz Roberto Veloso. “Além de uma homenagem justa, é um reconhecimento do seu trabalho não só no Maranhão, mas na vida toda”, disse.

Agradecimento

Após o discurso proferido pelo deputado Professor Marco Aurélio, o juiz Roberto Veloso ocupou a tribuna, manifestando sua gratidão pela homenagem que lhe foi concedida pela Assembleia Legislativa.

“Estou muito grato, extremamente agradecido. Agradeço a todos. E devo dizer que esta homenagem é feita não somente a mim, mas a uma multidão de pessoas que sonham por um Maranhão melhor, e que inspiram todo o nosso trabalho”, afirmou o juiz federal.

Nascido em Teresina, no Piauí, Roberto Veloso, visivelmente emocionado, ao agradecer a homenagem, fez um relato de sua trajetória de vida, acentuando passagens marcantes de sua carreira como promotor de justiça e juiz federal no Maranhão.

Quem fala a verdade Bolsonaro ou Allan Garcês?

0

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou ontem (15), durante sua live semanal no Facebook, que determinou a abertura de investigação de um contrato da gestão Flávio Dino (PCdoB) à frente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur).

Segundo o presidente, em 2012 foram gastos R$ 6 milhões com a campanha “Brasil Quest”, um jogo eletrônico desenvolvido para promover no exterior as cidades-sedes da Copa do Mundo de Futebol de 2014, realizada no Brasil. O game foi lançado durante evento na Times Square, em Nova York.

Bolsonaro não chegou a citar o nome de Dino. Disse apenas que o presidente da Embratur à época “está na política ainda”.

“Estamos investigando, tinha um presidente da Embratur na época, não vou falar o nome dele aqui. Pelo que parece, ele está na política ainda. Vamos investigar isso aqui e qualquer irregularidade nós vamos acionar quem de direito para cobrar os prejuízos causados aos nosso cofres públicos”, declarou.

A gestão do comunista à frente do órgão durou de junho de 2011 a março de 2014.

Mas em contra ponto o diretor executivo do Departamento de Articulação Interfederativa do Ministério da Saúde, Allan Garcês (PSL), veio a uma reunião com o Secretario Carlos Lula para para oferecer apoio do governo federal ao governo Comunista.

Carlos Lula e Allan Garcês

Operação prende cinco pessoas por envolvimento com tráfico de drogas no Maranhão

0

Ação foi realizada nesta quinta-feira (15) no bairro Vila Conceição em São Luís e no município de Santo Antônio dos Lopes, no interior do estado.

A Polícia Civil por meio da Superintendência de Investigações Criminais (Seic) realizou nesta quinta-feira (15) uma operação contra o tráfego de drogas no bairro Vila Conceição, em São Luís. Foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão e quatro pessoas foram presas na capital e uma no interior do estado.

Em São Luís, foram presos Clean Lago Abreu, de 49 anos, Edenilze da Silva, de 27 e Laélia Talita, de 19 anos e uma outra pessoa que ainda não teve a identidade revelada. A polícia também prendeu Pedrina Pereira dos Santos Muniz, no município de Santo Antônio dos Lopes, localizado a 310 km da capital maranhense. Com o grupo a polícia apreendeu drogas, celulares, cadernos de anotações e documentos.

De acordo com as investigações, o grupo participava de uma facção criminosa que atua no tráfico de drogas na região e era chefiado por quatro detentos que estão cumprindo pena no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Os presos Alexandro Falcão Olimpo, Carlos Henrique Araújo, Joel Maia Reis e Paulo Roberto Gomes da Silva, serão apresentados na sede da Seic para prestarem esclarecimentos sobre a participação no grupo criminoso.

“A operação de hoje foi desencadeada porque justamente nos últimos meses foram apreendidos diversas drogas e a partir disso, conseguimos identificar e qualificar todos os envolvidos nessa associação criminosa que estava atuando na região da Vila Conceição”, explicou o delegado Gil Gonçalves.

Apreendido menor que matou candidata a Miss Caru no Maranhão; motivação do crime foi passional

0

A polícia apreendeu no final da tarde de ontem, quarta-feira, dia 14, o menor que matou a facadas a candidata ao concurso de Miss da cidade de São João do Caru, Andreza Romão, 17 anos. O adolescente confessou o crime, mas a polícia ainda não divulgou a manifestação do crime.

Andreza estava desaparecida desde o dia 13, terça-feira e foi vista pela última vez próxima da escola onde estudava. Na manhã de ontem, 14, o corpo da adolescente foi encontrado em uma estrada no bairro Serrinha, zona rural de São João do Caru.

Alcântara receberá R$ 10 bilhões para construção de porto multimodal

0

Deputado federal Pedro Lucas Fernandes participou de audiência sobre a implantação do terminal, previsto para ser inaugurado em 2024,  com acesso por ferrovias e hidrovias

PEDRO LUCAS PARTICIPOU DA REUNIÃO DE APRESENTAÇÃO DO PROJETO DO PORTO DE ALCÂNTARA; investimento entusiasma parlamentar

Apresentado em audiência pelo Ministério da Agricultura, o projeto do Terminal Portuário de Alcântara receberá investimentos da ordem de R$ 10 bilhões até 2024.

O novo porto maranhense será capaz de movimentar, num primeiro momento, 140 milhões de toneladas/ano em quatro berços.  para efeito de comparação, o terminal de Ponta da Madeira (MA), maior terminal do Brasil, movimentou 198 milhões de toneladas em 2018.

– Na semana passada, juntamente com ex-governador, José Reinaldo e dos diretores executivos da GPM, Nuno Martins e Paulo Salvador, participei de uma audiência com a Min da Agricultura, Tereza Cristina. Nessa agenda foi apresentado o projeto do Terminal Portuário de Alcântara (TPA) –  afirmou o deputado federal Pedro Lucas Fernandes, entusiasta do projeto.

PROJETO DO NOVO PORTO DE ALCÂNTARA, COM CAPACIDADE PARA 140 MILHÕES DE TONELADAS/ANO; obra deve ser concluída em 2024

A primeira etapa seria ocupada por cargas de minério e de grãos, que se beneficiariam do calado natural de 25 metros descoberto na região. Esse canal na Baía de São Marcos, dá acesso direto ao oceano para navios de 400 mil toneladas de peso bruto, os maiores a atracar no Maranhão.

Pedro Lucas demonstrou uma expectativa enorme com mais esse grande investimento que poderá ser feito no Maranhão.

– O TPA apresenta condições excelentes e pode se tornar o maior do Brasil, na próxima década. O projeto está em fase de licenciamento ambiental. O terminal vai aumentar a capacidade produção e escoação! – finalizou.

Flávio Dino quase dobrou gastos com pessoal no Maranhão

0

O governo Flávio Dino (PCdoB) praticamente dobrou os gastos com pessoal nos últimos quatro anos e meio, levando o Maranhão ao limite estabelecido na Lei de Responsabilidade Fiscal, que é de 60% da Receita Corrente Líquida (somados os Três Poderes, mais MP e TCE).

Levando-se em conta apenas o Poder Executivo, quando o comunista assumiu o governo o gasto com a folha de pagamento era de 38,7% da Receita Corrente Líquida. Herança da gestão Roseana Sarney (MDB).

Já em 2016, segundo ano da administração Dino, essas despesas dispararam a 44,6. E, atualmente, estão na casa dos 57%.

Agora, por conta da disparada do excesso de gastos, o Maranhão segue na “lista negra” do Tesouro Nacional e, ainda, pode até ser impedido de contrair empréstimos, por exemplo – o que, em tese, inviabilizaria operação de crédito de R$ 623 milhões para o pagamento de precatórios.