Início Site Página 3

Mourão diz que Brasil não é ‘república de bananas’ e que haverá eleição mesmo sem voto impresso

0

Quem vai proibir a eleição no Brasil?’, questionou o vice-presidente. Jornal ‘O Estado de S. Paulo’ relatou ameaça do ministro da Defesa contra as eleições caso o voto impresso não seja aprovado; ministro negou.

O vice-presidente Hamilton Mourão

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta quinta-feira (22) que é “lógico” que haverá eleições no Brasil em 2022, mesmo que não seja aprovada a proposta do voto impresso, defendida pelo presidente Jair Bolsonaro. Segundo o vice, o Brasil não é uma “república de bananas”.

Mourão deu a declaração em entrevista ao chegar ao Palácio do Planalto, no início da tarde.

Ele comentou reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo”, que relatou uma ameaça do ministro da Defesa, Braga Netto, ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Segundo o jornal, Braga Netto teria enviado a Lira o recado de que não haveria eleições no ano que vem se o voto impresso não fosse aprovado.

Braga Netto negou que tenha feito a ameaça. Ele disse ainda que “as Forças Armadas atuam sempre e sempre atuarão dentro dos limites previstos na Constituição”.

Ao afirmar que vai ter a eleição no ano que vem, Mourão ainda questionou: “Quem vai proibir?”

“É lógico que vai ter eleição. Quem é que vai proibir eleição no Brasil? Por favor, gente, isso aí… Nós não somos república de banana”, disse o vice-presidente.

Voto impresso

O voto impresso é uma das principais causas atualmente defendidas pelo presidente Jair Bolsonaro e seus aliados. Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contestam o presidente e afirmam que o sistema eleitoral no país é seguro, moderno e auditável.

Bolsonaro reclama de possibilidade de fraude nas eleições, mas não apresenta provas.

Na comissão da Câmara que analisa um projeto para o voto impresso, a tendência é de derrota do texto. Partidos políticos se manifestaram conjuntamente contra a proposta.

Saiba o que é a flecha de Oxóssi, simulada por Paulinho ao comemorar gol do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio

0

Na mitologia iorubá, Oxóssi é o orixá que mata a miséria e a fome com a sua flecha. Oxóssi, segundo o candomblé, é um caçador. Por isso, o “ofá”, símbolo que o representa, é o arco e a flecha.

O gol de Paulinho, o quarto da seleção brasileira olímpica contra a Alemanha nesta quinta-feira (22), sacramentou a vitória por 4 a 2 na estreia do Brasil nos Jogos de Tóquio. Na comemoração, o atacante simulou atirar uma flecha em homenagem ao orixá Oxóssi, do candomblé. Depois, em uma rede social, Paulinho escreveu: “Okê Arô! Saravá meu Pai”.

Um dia antes, em um texto publicado no site “The Players Tribune”, Paulinho falou de sua ligação com o culto brasileiro de matriz africana — que ele considera ser uma “filosofia de vida”.

“Minha família tem ligação forte com o candomblé e a umbanda. Minha avó, minha mãe, minha tia… É algo que passa de geração para geração. Tenho muito orgulho da minha religião.”

O que é o orixá?

Os orixás são energias. A gente pode entender que são fragmentos encantados da natureza e cada um de nós tem uma conexão maior com essas energias. Dentro da crença, Paulinho é filho dos orixás Oxóssi e Iemanjá. Oxóssi é o orixá das florestas, da mata, da caçada. O filho é aquele que traz a energia, o axé, das características de um determinado orixá.

“É muito bonito o gesto do Paulinho, numa sociedade de tanto preconceito. Muitos jogadores normalmente reverenciam Jesus, como o Neymar, e ninguém criticou. E não é pra criticar. O jogador pode acreditar no que ele quiser. Mas é muito bonito quando um jogador assume uma religião que é tão discriminada. Antes de tudo, é um grito de dignidade e respeito”, afirma.

MA recebe novo lote com mais de 100 mil doses de vacinas contra Covid-19

0

Novo lote com 36.270 doses da vacina Pfizer e 144.500 doses de AstraZeneca chegaram nessa quarta-feira (21) no estado.

Maranhão recebe novas doses de vacinas da Pfizer e AstraZeneca 

O Maranhão recebeu, nessa quarta-feira (21), um novo lote com 36.270 doses da vacina Pfizer e 144.500 doses de AstraZeneca para a realização da campanha de imunização contra a Covid-19 no estado. As 180.770 doses dos dois imunizantes foram encaminhados à Central de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (CEADI-MA) da Secretaria de Estado da Saúde (SES), onde serão separadas para a distribuição aos municípios.

A remessa da vacina Pfizer é destinada a primeira dose de pessoas entre 50 e 54 anos, pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente, além da aplicação da segunda dose.

Já as 144.500 doses de AstraZeneca, chegam para a primeira dose de pessoas entre 50 e 54 anos e continuação do esquema vacinal, com a aplicação da segunda dose. A imunização pode acontecer também de acordo com o andamento da vacinação nos municípios.

As remessas dessa quarta somam-se às 97 mil doses que chegaram na terça-feira (20), sendo 36.400 de AstraZeneca e 60.600 de CoronaVac. Até esta sexta-feira (23), o Governo terá concluído a distribuição dos imunizantes que chegaram nesta semana.

Com a nova remessa, o Maranhão já recebeu 4.681.400 doses de vacinas, sendo 1.385.540 doses da CoronaVac, 2.714.250 doses da AstraZeneca, 471.510 doses da Pfizer e 110.100 doses da Janssen.

O Maranhão registrou nessa quarta-feira (21) mais 427 casos e 28 mortes pela Covid-19 em 24h. Ao todo, o estado tem 331.864 casos e 9492 óbitos em toda a pandemia. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Dos novos registros de casos, 51 foram na Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa), 8 em Imperatriz e 368 nos demais municípios do estado.

Já o número de casos ativos (pessoas atualmente com a Covid-19), voltou a cair e chegou a 34.523. Desse número, 33.619 estão orientadas a ficar em isolamento domiciliar, 535 estão internadas em enfermarias e 368 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Parque do Bom Menino realiza atividades de esporte e cultura em São Luís

0

Entre as atividades, estão campeonatos esportivos, dança, oficinas de materiais recicláveis, teatro, além de música e apresentações culturais. Programação vai acontecer durante todo o mês de julho.

O Parque do Bom Menino, situado na região central de São Luís, está com uma programação diversificada que envolve esporte e cultura durante todo este mês de julho. Entre as atividades, estão campeonatos esportivos, dança, oficinas de materiais recicláveis, teatro, além de música e apresentações culturais.

As atividades envolvem as Secretarias Municipais de Desporto e Lazer (Semdel), Meio Ambiente (Semmam), Educação (Semed), Saúde (Semus) e ainda o Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur) da capital.

Nas quadras de esportes, meninos de 8 a 17 anos das turmas do Projeto Resgatando Vidas, da Secretaria Municipal de Desporto e Lazer (Semdel), participam de atividades físicas. A Semdel vai promover ainda partidas de Handebol nesta sexta-feira (23), das 9h às 12h, de Basquetebol no sábado (24), das 9h às 12h e de Futsal na próxima sexta (30) das 9h às 12h.

Nas terças e sextas, às 10h, acontece uma sessão de Teatro de Bonecos, realizada pela Guarda Municipal de São Luís. Às 16h, técnicos do Impur realizam a Oficina de Brinquedos produzidos com materiais reutilizáveis, mostrando para a garotada a magia por trás da reciclagem que ressignifica o descartável.

Além da programação esportiva, o espaço também terá apresentação cultural. Todas as quintas e sextas, das 16h às 18h, acontece a apresentação do saxofonista da banda da Guarda Municipal de São Luís.

O Grupo de Dança Afro Malungos (GDAM) também participa das atividades com oficina de penteados afro, de segunda a sexta, das 9h às 12h, além do Projeto Chama Pra Dançar, que acontece as terças, às 17h30, onde o participante doa 1kg de alimento para aprender a dançar reggae e os alimentos são doados a pessoas carentes da comunidade.

O GDAM também participa com oficinas de percussão, ministrada pelo professor Jordenilson Duarte, e de capoeira, coordenada pelo professor Carlos Mafra, às terças e quintas, das 9h às 10h e das 15h às 16h.

Ministério Público Federal abre processo seletivo para estágio remunerado no MA

0

Vagas de graduação serão nas áreas de Administração, Biblioteconomia, Comunicação Social (Jornalismo), Direito e Tecnologia da Informação.

O Ministério Público Federal (MPF) no Maranhão abriu processo seletivo para estágio remunerado, para alunos do nível superior, nas modalidades de graduação e formação de cadastro de reserva para as unidades de São Luís, Imperatriz, Caxias, Bacabal e Balsas. As inscrições podem ser realizadas até o dia 23 de julho de 2021 no site do MPF.

As vagas de graduação serão nas áreas de Administração, Biblioteconomia, Comunicação Social (Jornalismo), Direito e Tecnologia da Informação, sendo permitida a inscrição para apenas uma localidade.

As provas serão realizadas por meio de plataforma virtual e as convocações ocorrerão de acordo com as vagas que surgirem durante a validade do processo seletivo. A jornada de estágio é de 20 horas semanais, distribuídas em 4 horas diárias. O valor mensal da bolsa é de R$ 850,00 mais auxílio-transporte de R$ 7,00 por dia efetivamente estagiado.

Para participar o candidato deve estar matriculado em uma das Instituições de Ensino conveniadas com a Procuradoria da República no Maranhão (PR-MA), ter concluído, no momento da contratação, pelo menos, o 2º ano ou 4º semestre do curso superior, quando tiver 10 ou mais semestres de duração; o 3º semestre, quando tiver menos de 10 semestres de duração; 2º semestre, quando a duração for igual a 6 semestres ou o 1º semestre, quando a duração do curso for menor ou igual a 4 semestres, entre outras exigências do edital.

O candidato que quiser participar da prova, que vai acontecer em plataforma virtual, deverá um computador ou telefone celular com acesso a navegador de internet, microfone, alto-falantes e câmera conectados ou integrados ao dispositivo, que estejam funcionando corretamente. A prova vai acontecer, virtualmente, no próximo dia 1º de agosto de 2021, das 10h às 12h, horário de Brasília, por meio do sistema Moodle. As salas virtuais estarão abertas para a entrada dos candidatos a partir das 9h.

O resultado final do seletivo está previsto para ser divulgado no dia 1º de setembro de 2021 no endereço eletrônico da instituição.

Recursos

Devem ser feitos pelo e-mail prma-digep@mpf.mp.br, no prazo de 2 dias úteis, que vai acontecer nos dias 9 e 10 de agosto de 2021, das 8h às 17h, após a data de divulgação do gabarito preliminar e das provas, mediante preenchimento de formulário disponível no ANEXO VI do Edital.

Cotas

Serão reservadas, dentre as vagas que surgirem no Programa de Estágio, 10% às pessoas com deficiência, 10% aos participantes do sistema de cotas para minorias étnico-raciais e 30% às pessoas que se declararem negras.

Tambor de Crioula do Maranhão é revalidado como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil

0

De acordo com o Ministério do Turismo, a revalidação busca também mapear informações para elaborar ações futuras de proteção e valorização do patrimônio imaterial.

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), por meio do Conselho Consultivo, decidiu revalidar o Tambor de Crioula do Maranhão nesta quinta-feira (22). A iniciativa tem como objetivo tanto investigar sobre a atual situação do bem cultural, como levantar informações, averiguar a efetividade das ações de salvaguarda, verificar mudanças nos sentidos e significados atribuídos ao bem, entre outras questões.

De acordo com o Ministério do Turismo, a revalidação busca também mapear informações para elaborar ações futuras de proteção e valorização do patrimônio imaterial. Assim, é feito um diagnóstico dos processos de produção, reprodução e transmissão no contexto social, tendo em vista a continuidade como referência cultural para os detentores do bem.

Ainda de acordo com o Ministério do Turismo, antes do encaminhamento para deliberação do Conselho, os processos de revalidação dos quatro bens culturais passaram por consulta pública e os pareceres de reavaliação foram apreciados pela Câmara Setorial do Patrimônio Imaterial.

Entenda a revalidação

Os processos de revalidação não têm o objetivo de destituir o título de Patrimônio Cultural do Brasil de um bem registrado pelo Iphan. Isso só acontecerá, em hipótese remota, se os próprios detentores assim desejarem. Em relação Tambor de Crioula do Maranhão não há nenhum indício de que isso venha a acontecer. Os detentores foram convocados a participar de todas as etapas do processo de revalidação e contribuíram para a elaboração do Parecer de Reavaliação, disponibilizado por 30 dias para que os detentores e toda a população pudessem se manifestar.

A revalidação deve ser realizada pelo menos a cada dez anos e segue o estabelecido no Decreto nº 3.551/2000. A iniciativa tem como finalidade tanto investigar sobre a atual situação do bem cultural, como levantar informações, averiguar a efetividade das ações de salvaguarda, verificar mudanças nos sentidos e significados atribuídos ao bem, entre outras questões.

Guedes fala em ‘reorganização interna’ na Economia, após Bolsonaro indicar reforma ministerial

0

Segundo ministro, haverá novidades na área de ‘emprego e renda’. Bolsonaro deve recriar Ministério do Trabalho e, ao mesmo tempo, levar senador Ciro Nogueira, do Centrão, para Casa Civil

O ministro da Economia, Paulo Guedes 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira (21) que a pasta vai passar por uma “reorganização interna”, que vai envolver a área de “emprego e renda”. Guedes deu a declaração pouco depois de o presidente anunciar que uma pequena reforma ministerial será divulgada na segunda-feira (26).

Guedes falou sobre a reorganização interna em sua pasta, sem entrar em detalhes, durante evento de apresentação dos dados da arrecadação federal em junho.

“Tem novidade até na nossa organização estrutural, vamos fazer uma mudança organizacional aqui também, essas novidades são justamente na direção de emprego e renda, as mudanças serão para “acelerar o ritmo de criação de empregos”.”, afirmou o ministro.

Desmembramento na Economia

Se confirmada a mudança, será o primeiro desmembramento na estrutura do Ministério da Economia, desenhada por Guedes. A pasta é resultado da fusão dos antigos Ministérios da Fazenda, do Planejamento, da Indústria, Comércio Exterior e Serviços e do Trabalho, além de absorver as funções do Ministério da Previdência, que já tinha sido extinto em 2015. Guedes criou o “superministério” da Economia para concentrar as decisões sobre política econômica em suas mãos.

Atualmente, o Ministério da Economia conta com oito secretarias especiais. Uma delas é a secretaria especial de Previdência e Trabalho, que exerce as funções dos extintos Ministérios da Previdência e do Trabalho.

A secretaria é comandada por Bruno Bianco Leal. Antes, havia sido comandada por Rogério Marinho, que saiu para virar ministro do Desenvolvimento Regional. O secretário de Trabalho desde o início deste governo é Bruno Dalcolmo. Já o secretário de Previdência é Narlon Gutierre, após Leonardo Rolim ter sido transferido para o comando do INSS. Todos os nomes foram avalizados por Guedes.

A secretaria especial de Previdência e Trabalho foi a responsável, até aqui, pela reforma da Previdência, contrato de trabalho Verde Amarelo (que foi extinto), revisão das normas regulamentadoras do trabalho e Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm), que permitiu a redução de jornada e salário e a suspensão do contrato de trabalho durante a pandemia.

Agora, a secretaria trabalha junto com o deputado deputado Christino Áureo (PP-RJ) para lançar programas voltados para geração de emprego e qualificação profissional, especialmente para jovens e pessoas desempregadas acima de 55 anos.

 

Vaquinha virtual é criada para ajudar lavrador que devolveu R$ 3.800 ao dono no MA

0

Iniciativa foi criada pela população de Guimarães para ajudar Laurenir Sales, que vive em uma casa de barro.

Laurenir mora em uma casa de barro e devolveu uma carteira com R$ 3.800 ao dono, em Guimarães

Uma vaquinha virtual foi criada para conseguir recursos e assim retribuir um nobre gesto realizado pelo lavrador Laurenir Sales, de 47 anos, que ficou conhecido por devolver uma carteira com R$ 3.800 ao dono no município de Guimarães, no norte do Maranhão.

Após o caso, uma parte da população do município, que tem cerca de 12 mil habitantes, buscou informações e foi descoberto que Laurenir é morador da zona rural, vivendo atualmente em uma casa de barro.

Vendo a situação do lavrador, um grupo de moradores teve a ideia de juntar forças para dar uma casa digna ao ‘lavrador honesto’, como ficou conhecido. A moradia de barro abriga Laurenir e outras quatro pessoas, incluindo uma filha.

A iniciativa é liderada pelo policial militar Aurino Ribeiro, o dono da carteira que foi achada por Laurenir. Parte dos moradores está ajudando com materiais de construção, enquanto outros criaram a vaquinha virtual para arrecadar os recursos necessários para a obra. Ao todo, R$ 120 reais já foram reunidos, mas ainda falta bastante.

“Já conseguimos alguns materiais para construção da casa do Laurenir. Pedras, 4000 tijolos, madeira, cimento o projeto da casinha feito por uma arquiteta amiga nossa. Vai dar certo”, disse Aurino.

Com o anúncio em uma rádio comunitária, finalmente o dono da carteira foi encontrado. Se tratava do policial Aurino Ribeiro, que tinha deixado cair a carteira quando foi a Guimarães fazer o pagamento de alguns gados.

“Era um dinheiro muito importante, e também tinha todos os meus documentos. Quando eu cheguei na rádio, ele chorou, eu agradeci. Tentei até oferecer uma ajuda, mas ele não aceitou. É um grande exemplo de ser humano”, disse o PM.

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/uma-casa-digna-para-laudenir-o-lavrador-que-devolveu-carteira-com-r-3-800-no-maranhao

Volta às aulas presenciais: como será o 2º semestre nas escolas de São Luís

0

As aulas presenciais serão retomadas na rede pública de forma gradual e no formato híbrido, a partir do próximo semestre letivo, que se inicia em agosto

Para o retorno as aulas, as escolas da rede privada de São Luís (MA) vão aderir escalas por dias para aulas presenciais com os alunos

As aulas presenciais devem ser retomadas na rede pública de São Luís em agosto, em diferentes datas. As atividades devem funcionar de forma híbrida e com rodízio de estudantes em atividade presencial, oferecendo aos alunos a possibilidade de fazer os estudos pela internet, por conta da pandemia da Covid-19. 

Escolas Estaduais

No ensino público estadual, referente ao ensino médio, as aulas no primeiro semestre aconteceram de forma não presencial por meio de plataformas online (Plataforma Gonçalves Dias), aulas em rádio, TV e plataforma de streaming de áudios.

Segundo o governo, as escolas têm ofertado material impresso na situação de impossibilidade de acesso à internet; além da realização de formações diversas para os agentes escolares de forma a qualificar as aulas remotas em tempo de pandemia.

O retorno às aulas no 2º semestre será em sistema híbrido e está prevista para o dia 2 de agosto, com um processo progressivo, de acordo com cada instituição de ensino. A volta será por grupos de escolas e terá a aplicação de protocolo sanitário específico para a educação com medidas preventivas e de combate à Covid-19.

Escolas municipais

No primeiro semestre de 2021, as aulas na rede municipal (infantil e fundamental) foram realizadas por meio do ensino remoto, com atividades impressas entregues aos alunos.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Semed), para o segundo semestre, a partir de 2 de agosto, serão feitas formações pedagógicas, inclusive sobre o protocolo sanitário, para gestores, professores, familiares e alunos. Segundo a prefeitura, essa etapa é fundamental para o retorno seguro e gradual das aulas presenciais em formato híbrido, que ocorrerá a partir de 16 de agosto.

As escolas com o ensino híbrido terão as atividades realizadas por grupos de alunos para cada semana. Em uma semana, parte dos alunos terá aulas presenciais e na semana seguinte terão aulas remotas, assim sucessivamente. Para as escolas que não retornarem no formato híbrido, as atividades letivas seguirão através do ensino remoto, com o uso do Google Classroom, até que sejam preparadas e anunciadas para o novo formato de ensino.

Segundo a prefeitura, um protocolo de saúde foi elaborado e aprovado por entidades da educação, com um conjunto de medidas sanitárias elaboradas para a segurança dos alunos, profissionais da educação e famílias nas escolas, que receberão itens de higiene e cuidado. No ambiente de ensino será obrigatório o uso de máscaras, o distanciamento social, a lavagem regular das mãos e o uso do álcool em gel.

Com o retorno das aulas, haverá um novo momento de avaliação diagnóstica para verificar o nível de conhecimento dos alunos, para a aplicação da política de recuperação da aprendizagem, compensando e reforçando os conteúdos letivos.

Ensino Particular

Segundo o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado do Maranhão, as aulas nas escolas particulares já mantinham o ensino híbrido, onde parte das aulas eram remotas, e parte eram presenciais.

Após as férias de julho, as aulas no segundo semestre vão retornar no dia 1º de agosto, ainda seguindo protocolos sanitários de segurança contra a Covid-19.

MENTIROSO: Braz Amaral é pego na mentira mais uma vez!

0

Com tempo de sobra, por conta da falta de capacidade técnica para exercer o papel de vereador, Braz Amaral tem atacado diariamente o prefeito Zezildo Almeida com as mais ridículas fake news.

O vereador, que sonha em ser candidato a prefeito, apoiado pelo fracassado grupo do ex-prefeito Lobato, derrotado por duas vezes seguidas, tem comprado blogueiros para uma verdadeira maratona de mentiras contra administração do prefeito de Santa Helena.

A última mentira diz respeito a reforma da escola do povoado Chapadinha I. A escola foi visita por Braz exatamente no período da sua reforma. As fotos publicadas em um “pasquim de mentiras” na internet, mostram materiais para reforma do prédio exatamente na frente da escola. Desmentindo a fake news do vereador.

Mesmo constando que a escola passa por reformas, Braz não se conteve seu impulso de mentiroso e publicou por pura maldade uma falsa denúncia. O vereador tão destemido de hoje em dia não é o mesmo da antiga administração, onde barracões de taipa eram usados como escola.

O questionamento que fica é, até onde o mau-caratismo, a falta de ações realmente importantes pela população e esse desespero pelo poder vão levar o vereador Braz Amaral?